Refúgios a conhecer!

João Sá convida Jonathan Zandbergen para cozinhar no SÁLA

O chef João Sá, do restaurante SÁLA, em Lisboa, será o anfitrião de um jantar a quatro mãos em que irá partilhar a cozinha com o chef Jonathan Zandbergen, do restaurante Le Merlet, dos Países Baixos....

Concurso Papies

PUBLICIDADE

A não perder!

PUBLICIDADE

O que está a acontecer!

Produtos novos no mercado!

Iswari lança novas barras energéticas, proteicas e novas aveias

As Buddha EnergyBars (barras energéticas veganas), as Buddha Protein Bars (barras proteicas...

Ler mais: Iswari lança...

Pouca Roupa: o Dress Code da J. Portugal Ramos para namorar

A propósito do Dia dos Namorados, que se comemora a 14 de fevereiro, a João Portugal Ramos...

Ler mais: Pouca Roupa:...

Arandos, Manga e Maçã: Auchan com novas referências na fruta desidratada

Arandos Vermelhos e Manga na linha Bio e Maçã na são as novas referências de produtos na gama de...

Ler mais: Arandos,...

Nortada apresenta Blueberry Storm

A Nortada, no Porto, lançou a primeira das suas 12 novas cervejas de 2020. São 12 meses, 12...

Ler mais: Nortada...

Sala Casa de Repasto
Comida portuguesa em doses generosas e cozinhada com paixão é o cartão-de-visita da nova “Casa de Repasto”, em Vila do Conde.

Chega pelas mãos de Pedro Maia, o criador de espaços como o Restaurante Coreto, Biferia, Uma Casa de Campo e Burguesa, e é a reinvenção de uma casa que existia há mais de 30 anos. O restaurante mantém os sabores históricos, com a promessa de ser a nova referência no que toca a comida tradicional.

Vários dos alimentos e produtos servidos são comprados aos produtores locais, tais como as batatas, os grelos, o vinho, o peixe e a carne, a última preparada na brasa e maturada por Pedro Maia, especialista em carne maturada.

Posta Casa de Respasto

Na decoração encontram-se duas instalações personalizadas, feitas com bases para tachos (em tempos passados eram chamadas de sogras) e uma lareira que se encontra na casa desde sempre. Os candeeiros são de produção nacional, dando uma nova vida à madeira de antigos pipos de vinho.

O pão, feito na própria casa, é servido sempre quente. Aos sábados, durante o serviço de almoço, está disponível a versão da francesinha, com um molho tradicional que demora mais de 8h00 a fazer, seguindo a receita tradicional.

Doce da Avó

Com capacidade para 44 pessoas, foi inaugurado no início de abril e está de portas abertas todos os dias, entre as 12h00 e as 15h00, e entre as 19h00 e as 23h00.