A+ A A-

Cais do Sodré recebe novo café e gelateria

Espaços Ibo
Espaços Ibo

Espaços Ibo
O grupo Ibo acaba de inaugurar mais dois espaços no Cais do Sodré, o Ibo Café e a Gelateria Fiori. Foi há oito anos que o grupo apostou na abertura do primeiro restaurante português com influências de Moçambique em Lisboa, o Ibo Restaurante.

No ano passado, voltou a surpreender com a abertura, no edifício contiguo, da Ibo Marisqueira, com uma carta focada no marisco, mas que recentemente evoluiu para Ibo Mar, alargando a ementa ao peixe, a pratos de tacho e cozinha de autor. Após dois anos de obras de requalificação do edifício, abre finalmente ao público o Ibo Café e a Gelateria Fiori.

“O Ibo Café tem, para nós, a melhor localização nesta zona de restaurantes à beira rio. O posicionamento da esplanada permite ter um ângulo de visão privilegiado sobre o rio, enquanto se saboreia a carta mais leve e descontraída que elaborámos para este espaço. Em breve queremos que o Ibo Café seja uma boa opção para os que procuram a animação noturna da zona do Cais do Sodré. Acreditamos que a gelataria era o elemento que faltava nesta zona, muito procurado pelo enorme número de turistas que circulam à beira rio e a nossa “casa de madeira” era o local ideal para a receber”, salienta Daniel Pedrosa, um dos sócios e proprietários do grupo.

No Ibo Café destacam-se os petiscos da autoria do chef João Pedro Pedrosa, como as puntillitas, o choco grelhado com molho de malagueta de verde ou as anchovas com alho, coentros e azeite. Neste espaço, fazem ainda parte da ementa saladas, hambúrgueres, salgados, pastéis de massa tenra, croquetes de sapateira, quiches, tostas, pizzas de alfarroba e integraise, mantendo sempre a ligação a Moçambique, a “Lili da Polana”, prego conhecido em Maputo.

A Gelateria Fiori destaca os gelados mas também serve waffles e crepes. Entre os sabores apresentados, destacam-se alguns mais tropicais, como papaia, manga e caju ou os mais clássicos, como o morango, o chocolate ou a nata, todos eles feitos artesanalmente.

A história do IBO remonta ao início de 2008 quando Daniel Pedrosa, empresário em Moçambique, e Rosinda Castanhas decidiram iniciar-se na área da restauração, desafiando o chef João Pedro Pedrosa para assumir a cozinha e a responsabilidade técnica do restaurante. Rosinda Castanhas, empresária com background internacional na área alimentar, teve como último desafio o lançamento das pizzas PERFETTO, produzidas em Portugal.

A sociedade proprietária detentora das insígnias Ibo e Fiori é constituída, desde o seu início, por Daniel Pedrosa, Rosinda Castanhas e João Pedro Pedrosa.

Login or Register

LOG IN