Login
Atualizado a 17 Apr, 2019

Pão de Ló de Margaride já é uma marca coletiva

SITE PML
 
O Pão de Ló de Margaride passou a ser uma marca coletiva e pretende obter a “Indicação Geográfica Protegida – IGP”. Trata-se de um produto regional, de produção artesanal, carregado de sabor e de história produzido no Concelho de Felgueiras, com caraterísticas únicas.

O fabrico do Pão de Ló ou pão leve, em Margaride, data de há mais de três séculos. O da casa de Leonor Rosa da Silva, a casa mais antiga ainda hoje aberta, data de há um século e meio. Foi no início do século XVIII, há cerca de 300 anos, que uma mulher, de nome Clara Maria, começou o fabrico deste Pão de Ló. A sua Casa, tal como hoje, encontrava-se localizada na freguesia de Margaride, no centro da atual cidade de Felgueiras, fator que deu o nome a este doce tradicional.

O registo como marca nasce da importância cultural do doce, quer ao nível da história, quer pelo que representa na vida dos felgueirenses e visitantes. O Pão de Ló de Margaride constitui-se também como um elo de ligação com o estrangeiro, como forma de levar Portugal até aos emigrantes.

O tradicional doce muito leve, redondo, com um buraco ao centro, envolvido no papel em que foi cozido e tradicionalmente partido e comido à mão constitui-se agora uma marca coletiva.

A candidatura apresentada pela Associação Empresarial de Felgueiras foi preparada ao longo de vários meses para que pudesse reunir todas as exigências que garantissem sua viabilidade, no âmbito dos fundos do Norte 2020.

O processo de certificação do Pão de Ló de Margaride, abrange todo o concelho de Felgueiras, e respeita um conjunto de normas ao nível do respeito pelo receituário tradicional, métodos de fabrico e embalagem e definição dos ingredientes, entre outros aspetos.

O processo irá trazer um aporte às empresas do setor auxiliando-as a acelerar o processo de modernização e exportação do seu produto, iniciado há alguns anos. Do ponto de vista dos consumidores, representará uma garantia de que o produto certificado cumpre todas as exigências de fabrico e qualidade.
De acordo com a candidatura proposta pela AEF, foram desenvolvidos um estudo de caracterização do setor e o conhecimento dos mercados internacionais. Os resultados dos trabalhos desenvolvidos irão decorrer até ao final de junho em sessões publicas, na Casa das Torres. Até ao momento foram apresentados a logomarca e o estudo de mercado e do setor.

A Cooperação empresarial e ações de marketing internacionais são outras ações que compõe o plano e devem ser concretizadas ao longo dos dois anos de vigência.

O Pão de Ló de Margaride tem presença no mundo online, apresentando um website pautado pelo respeito à tradição, mas também pela modernização que o processo de certificação lhe veio atribuir.

A apresentação moderna e intuitiva permite ao utilizador conhecer o Pão de Ló de Margaride, as suas características e a história que vem a ser escrita há mais de três séculos. O utilizador poderá ficar também a par de todo o processo de certificação como produto regional, dos estudos, regulamentos e notícias.
Com o objetivo de consolidar a presença online, o novo site está totalmente integrado com as redes sociais: Facebook e Instagram.