Login

Família Serrano Mira compra Casa da Tapada

Casa da Tapada
 
Do Alentejo para Braga, a família Serrano Mira, proprietária da Herdade das Servas em Estremoz, resolveu adquirir a Casa da Tapada, na região dos Vinhos Verdes.
 
A Casa da Tapada possui 24 hectares de área total: doze são de vinha, dez de mata centenária e os restantes dois de casario. Para breve está o lançamento dos primeiros vinhos da nova geração da Casa da Tapada. Referentes à colheita de 2018, vão envergar as marcas ‘CT’ e a histórica ‘Casa da Tapada’, ambas DOC Vinho Verde.
 
O enoturismo foi desde sempre uma aposta da família Serrano Mira, que em breve fará renascer a loja de vinhos da Casa da Tapada, cuja oferta será complementada com visitas e provas de vinhos.
 
“Sempre acreditámos no potencial dos Vinhos Verdes, região que dá origem a vinhos com muita frescura, o que potencia a harmonização gastronómica, ponto forte dos vinhos que produzimos. São vinhos cítricos e aromáticos, em que a acidez está bastante presente. É uma região complementar ao Alentejo. Há também o factor “memória”: em casa do nosso avô materno sempre houve Vinho Verde; um dos seus grandes amigos era lá produtor.”, revelam Luís e Carlos Serrano Mira.
 
O solar da Casa da Tapada foi erguido em 1540 (séc. XVI) pelo poeta e conhecido humanista Francisco de Sá de Miranda – responsável pela introdução do movimento literário renascentista no nosso país –, que ali se instalou e começou a produzir vinho. Foi classificado como Imóvel de Interesse Público em 1977. Um valor histórico-cultural que pesou no investimento feito pela família Serrano Mira.