Login

Restaurantes participam na Sopa da Pedra Solidária

Helpo organiza Sopa Solidária“Sopa da Pedra Solidária” é um evento organizado pela Helpo, uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, que vai ter lugar entre 16 e 23 de Dezembro. São vários os restaurantes que vão participar para angariar fundos para criar uma valência de orientação nutricional para mulheres grávidas e crianças até aos dois anos de idade, em Portugal. Os estabelecimentos aderentes são responsáveis por confecionar e vender a Sopa da Pedra, sendo que o lucro da venda reverte para a Helpo.

“O objectivo deste projecto é melhorar as boas práticas e escolhas alimentares nos primeiros mil dias de vida de crianças filhas de mulheres em risco de pobreza, prevenindo doenças de foro alimentar e capacitando-as para melhores práticas alimentares para toda a vida. O projecto cria uma resposta inexistente e reconhecida como necessária para a promoção da saúde alimentar das grávidas, lactantes e crianças até aos dois anos, assentando no reforço das competências sociais e pessoas e na melhoraria da resposta às necessidades básicas das famílias, enquanto prioridades no combate à pobreza e nos deficientes hábitos alimentares identificados como um dos principais problemas para a Promoção da Saúde”, afirma Sofia Nobre, directora do Departamento de Comunicação da Helpo.

A Academia Time Out é um dos espaços associados e realiza esta ação nos dias 20 e 21 de dezembro, entre as 12h30 e as 14h30. Também o Clube do Peixe, em Lisboa, participa nesta iniciativa, entre os dias 16 e 23 de dezembro. Por seu turno, em Cascais, vai ser possível encontrar a “Sopa da Pedra Solidária” no restaurante 5 Sentidos e no Despensa Cheia, também de 16 a 23 de dezembro, sendo que este último está presente no Clube de Ténis do Estoril e na Portela de Sintra.


A Helpo é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, sem fins lucrativos, de Direito Português que trabalha em Moçambique, São Tomé e Príncipe e Portugal, desenvolvendo atividades de apoio à infância adaptadas às realidades de cada público-alvo. Estas atividades passam por áreas diversas como Educação para a Saúde, Construção de Infraestruturas, Formação Comunitária, Distribuição de Material Escolar e Instalação de Bibliotecas.


O foco na área da nutrição iniciou em São Tomé e Príncipe, em 2012, através de um Programa de Acompanhamento Nutricional Materno Infantil, do qual já beneficiaram 720 mulheres grávidas e lactantes, 5567 crianças menores de 5 anos e outras 100 crianças malnutridas. Em Portugal, tem a sede no Bairro das Fontainhas, onde tem vindo a aumentar a sua atuação, adaptando as respostas às necessidades da população, como é o caso dos programas de Apoio ao Estudo e Ocupação de Tempos Livres, da Ludoteca e da Loja Social. Alguns dos problemas identificados neste bairro são as famílias desestruturadas, o desemprego, as dificuldades de aprendizagem e a alimentação deficiente.