Login

Itália invade Praça da Figueira

Itália invade Praça da FigueiraA Camera di Commercio Italiana per il Portogallo (CCIP) está a comemorar 100 anos e, por ocasião da Semana da Cozinha Italiana no Mundo, vai realizar um evento dedicado à gastronomia italiana.

É na Praça da Figueira, em Lisboa, entre 18 e 20 de novembro, das 10h00 às 22h00, que se realiza o “MERCATO ITALIA”. Street-food, gastronomia, música ao vivo e produtos de todos os tipos serão os ingredientes destes três dias do “Made in Italy”.


O evento, de entrada livre, visa envolver o público em geral de todas as idades. Sábado de manhã as crianças poderão viver um dia como chefes de cozinha, preparando um dos pratos favoritos dos italianos, la pasta fresca, num workshop a eles dedicado.


Além disso, nos três dias do evento, a partir das 18 horas, será proposto ao público um autêntico “aperitivo all’italiana”. Na sexta-feira o aperitivo será acompanhado pelos clássicos da música italiana, graças à atuação de Stefano Saturnini.


No Domingo será a vez da banda Anonima Nuvolari, que com a sua “festa ambulante”, animará o mercato. Sempre no Domingo haverá, ainda, a cerimónia de entrega dos prémios “Gelato Italiano – o melhor gelado em Portugal”. Inserido no âmbito do projeto “Gelateria Italiana”, o concurso estabelecerá as cinco gelateria mais apreciadas pelo publico através de votação online e, de entre estas, a gelateria mais apreciada por um júri composto pelos representantes da Camera di Commercio Italiana per il Portogallo, da Embaixada de Itália e do Istituto Italiano di Cultura. A “prova cega” realizada pelo júri terá lugar no Domingo, dentro do mercato, às 17h30.


Os participantes, que darão vida a esta autêntica “italian street food fest” e não só, são: Gelateria Nannarella, L’Artusi Restaurante, Pasta Garofalo; Tasca Mastai; Caffé Santos (Roma); Ferrero; Mercantina; Come Prima; La Pasta Fresca; Fabrica dos Sabores; La Bottega; Patio Antico.


O evento conta com a colaboração e o apoio da Câmara Municipal de Lisboa (CML), da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior (JFSMM), e da Associação de Dinamização da Baixa Pombalina (ADBP), além da Embaixada de Itália em Lisboa, do Istituto Italiano di Cultura e da Accademia Italiana della Cucina.