Login

Escola de Hotelaria de Colares abre curso de padaria e pastelaria

Alunos da EPAVA Escola de Hotelaria de Colares (EPAV), em Sintra, vai ter, no próximo ano letivo, um novo curso que irá formar Técnicos de Padaria/ Pastelaria. Com um máximo de 30 vagas, o novo curso implica 3200 horas de formação teórica e prática. A nova área de formação é um curso profissional com equivalência ao 12ª ano.

É difícil encontrar bons pasteleiros e padeiros no sector”, refere o Director da EPAV, José Luís Furtado, para quem este curso “vai fornecer técnicos habilitados e formados especificamente naquelas duas áreas nas quais, repito, há uma enorme carência de quadros”.


Esta nova área de formação é um curso profissional com equivalência ao 12ª ano. Com a diferenciação educativa de formar cozinheiros / pasteleiros, a escola tem atualmente cerca de 500 alunos e meia centena de professores, possuindo uma nova residência com 20 camas para estudantes para que potenciais alunos fora da zona da grande Lisboa tenham a possibilidade de frequentar os cursos lecionados.


A EPAV tem como oferta Cursos Profissionais de Cozinha-Pastelaria, Restaurante-Bar; Turismo Ambiental Rural, Apoio à Infância e Proteção Civil e Cursos Vocacionais Secundários de Cozinha / Pastelaria. Na área dos Cursos Vocacionais Básicos tem os cursos de Cozinha / Restaurante / Andares; Jardinagem / Tratador de Cavalos / Animação Turística; Comércio / Vitrinismo / Repositor de Loja; Sapador Florestal / Proteção Civil / Bombeiro e Acompanhante de Crianças / Segurança e Salvamento em Meio Aquático / Primeiros Socorros.

Com protocolo firmado com o Ministério da Educação, a escola não cobra propinas aos alunos e possui ainda um pólo do IEFP com 50 alunos.

Com nove anos de vida, a EPAV já formou mais de 300 profissionais de hotelaria e restauração e a qualidade formativa do estabelecimento espelha-se na presença de formandos EPAV em unidades hoteleiras e de restauração como o Marriott Hotel, Sushi Café, Hotel Altis, Grupo Pestana, Quinta da Marinha e Fortaleza do Guincho, só para citar alguns.