Login

Cascais Kitchen traz novo conceito de food court a Portugal

CheirinhoO CascaiShopping acaba de inaugurar a zona de restauração - Cascais Kitchen – que quer diferenciar-se dos outros espaços existentes em Portugal. Para isso foi buscar inspiração aos mercados tradicionais de rua da Alemanha, Holanda e Áustria e nas feiras que se realizam nas cidades e aldeias destes países.

O novo conceito contou com a criatividade da Conceptual Design & Architecture da Sonae Sierra. Para a implementação, o CascaiShopping contou com o apoio da MCO, empresa responsável pela gestão do “Mercado de Campo de Ourique” que irá gerir o novo espaço.
 
Integra oito quiosques com ambientes personalizados: mariscos, peixe, petiscos, carnes, comida italiana, saladas, comida japonesa, doces e bebidas. Para além dos conceitos de restauração que poderão ser degustados neste espaço, serão promovidos workshops e show cookings, estando prevista também uma vertente cultural que irá contemplar vários eventos musicais, exposições e outras iniciativas que se enquadrem no projeto.

Com uma área de 800 m2, o novo espaço dispõe de 335 lugares sentados que vêm ampliar a área de restauração atualmente existente no CascaiShopping. E como este novo espaço foi pensado para toda a família, o Cascais Kitchen integra também uma zona para os mais pequenos.

Foram utilizados vários tipos de materiais (madeira, mosaico, rebocos, metais) e objetos decorativos - entre os quais carrinhas retro, motas e bicicletas provenientes de.

Segundo Luís Vilhena de Mendonça, diretor do CascaiShopping, “este novo conceito que acaba de chegar ao Centro não vem substituir a zona de restauração atualmente existente, vem sim, pelo seu caráter inovador e diferenciador, criar uma área cosmopolita e diferenciadora dentro do que já disponibilizamos ao visitante. No Cascais Kitchen, os visitantes podem saborear uma oferta gastronómica diferente, com ofertas específicas, num espaço de partilha único e em permanente descoberta.” O responsável acrescenta ainda que “estando em curso um processo de renovação no CascaiShopping que vem acompanhar os 25 anos de atividade que o Centro assinala este ano, aproveitamos esta oportunidade para introduzir este novo conceito de restauração e lazer”.

Para Diogo Sousa Coutinho, fundador da MCO, S.A., “este novo projeto tem como principal foco a reinvenção dos foodcourts dos centros comerciais. Queremos despertar no consumidor a vontade de ir almoçar ou jantar a um espaço comercial pela oferta, ambiente, serviço e conceito, e não só pela ocasião ou proximidade”. A explicação é dada por Diogo Sousa Coutinho, fundador da MCO, SA, a empresa que gere e detém a conceção do Mercado de Campo de Ourique, respondeu a um convite da Sonae e juntos chegaram ao conceito do “Cascais Kitchen”.


Sobre os quiosques que integram o Cascais Kitchen


Marisqueira/Peixaria “Malha”  - A “Malha” distingue-se pelo marisco fresco, Prego de Atum de Cebolada em Bolo do Caco aromatizado com tomate seco e manjericão, ou uma Dourada Grelhada com Arroz de Tomate.

Petiscaria “Alhos e Bugalhos” – Entre “Alhos e Bugalhos” surgem o Brás de Alheira ou Saladinha de Polvo, Empadas e Croquetes ou as Tábuas de Queijos e Enchidos.

Carnes “Carniceria” – aqui, o processo passa pela escolha do tipo de carne, seja ela de vaca, porco, ou o tão afamado leitão.

Italiano “Envolto” – Da escolha da farinha, ao amassar da massa passando pelo corte da mesma, o processo é todo da inteira responsabilidade do “Envolto”, que aposta na envolvência e tradicionalidade da confeção e dos sabores.

“Tasca Japonesa” – O local para degustar uma variedade de sushi confecionado a partir de peixe fresco.

“Saladaria  Vitacress” – A Vitacress criou um conceito de saladas com receitas únicas e pensadas para o “Cascais Kitchen”. O conceito vai chama-se “Saladaria Vitacress” e dá a conhecer receitas saudáveis que podem ser feitas utilizando os seus ingredientes especiais.

“Docicário” – Um espaço dedicado a todo o tipo de doces e sobremesas, onde não vão faltar os tradicionais gelados e crepes.

“Cheirinho” – É o local certo para tomar sumos de fruta naturais, chás, infusões, café, ou quem sabe degustar uma amarguinha.